Arquivo do blog

Seguidores

MEDITE

Se a nossa maior necessidade fosse informações, Deus nos teria mandado um pedagogo. Se nossa maior necessidade fosse tecnologia, Ele nos teria enviado um cientista. Se nossa maior necessidade fosse dinheiro, Deus nos mandaria um economista. Mas como nossa maior necessidade era perdão e salvação, Deus nos mandou um Salvador, JESUS CRISTO.

Anderson Bessa - " Teus Olhos "

domingo, 22 de janeiro de 2012

O chamado!


Então veio o Senhor, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala porque o teu servo ouve” (ISm.3:10)

Hoje em nossos dias muito tem se falado sobre profecias. Estamos realmente nos últimos dias, onde vemos muitas profecias se cumprindo e também por isso não faltam “profetas” e “profecias” em nosso meio. Muitas dessas profecias acabam sendo na realidade “profetadas” que nada tem a ver com a palavra de Deus. E muitos são os que acabam “crendo” nestas “palavras proféticas”, que muitas vezes não passam de falsas visões, * “visagens” ou porque não dizer “viagens” espirituais de alguns líderes que se autoproclamam profetas. Embora tais profecias venham de uma forma negativa tentar colocar em descrédito o verdadeiro evangelho e dar crédito a outro, (Gl.1:6-7) elas também de uma forma positiva revela o cumprimento da profecia sobre os falsos profetas e seus sinais.(Mt.24:24).

Mas através da palavra de Deus podemos aprender com a vida de um verdadeiro profeta. Através da vida do profeta Samuel, podemos tirar alguns ensinamentos e lições importantes para a nossa vida cristã e para todo aquele que deseja ser usado por Deus. Através da vida deste servo podemos identificar algumas características daquele “profeta que Deus chama” e daquele que se autoproclama.

Entre essas características estão:

1) Crescia diante de Deus – Diz a palavra de Deus que Samuel crescia diante do Senhor. Samuel crescia em estatura e no favor do Senhor. Em outra versão da Bíblia, diz que ele crescia e fazia-se agradável tanto para Deus como para homens (ISm. 2:21;26). É desejo de Deus que possamos crescer no seu conhecimento e prosseguir em conhece-lo (Os.6:3), para que cheguemos a medida da estatura completa de Cristo(Ef.3:18;4:13) Para que não sejamos como “meninos”. (Ef.4:14). Infelizmente, hoje, em nosso meio, tem muito “profeta menino”, que se aproveita de ministérios imaturos e descompromissados com o Reino.

Apesar de Samuel ser um garoto quando começou a servir a Deus, sua maturidade acabou sendo rápida por sua comunhão com Deus. Em alguns casos a maturidade espiritual supera a maturidade física. Samuel crescia em Deus e quando crescemos em Deus, também crescemos diante dos homens. Diz a palavra do Senhor que Samuel servia ao Senhor perante Eli. (ISm.3:1). Samuel era aprendiz de Eli, mas acima de tudo aprendiz do Senhor. Naquela época as obrigações que um aprendiz tinha era de abrir as portas do tabernáculo todas as manhãs (1Sm.3:15), limpar as mobílias do templo, varrer o chão e etc.

Aos poucos, à medida que crescia em Deus, Samuel ajudava Eli nos holocaustos. Uma das maiores virtudes de Samuel era servir a Deus em submissão.

2) Aprender a servir a Deus em submissão – A palavra do Senhor diz: “Vós servos, sujeitai-vos com todo temor ao Senhor, não somente ao bom e humano, mas também ao mau”(1Pe.2:18). Quando Pedro escreveu isso havia escravos domésticos que faziam serviço ao seus senhores. Pedro exortou aos servos a servirem de bom grado e com lealdade ao seus senhores. Devemos fazer as coisas como que para Deus e não para homens. Samuel servia Eli, mas sucedeu aos sacerdotes Hofni e Finéias, filhos de Eli, que segundo a palavra eram filhos de Belial (ISm.2:12).

Hoje muitos jovens querem servir a Deus, querem ser “profetas”, mas não querem se submeter as suas lideranças cristãs. Se porventura existir uma liderança má aos seus olhos, aí mesmo que não vemos essa submissão. Samuel poderia muito bem seguir o exemplo dos filhos de Eli, mas preferiu viver em submissão ao seu tutor , Eli. Muitos querem fazer a obra de Deus, mas não se submetem em fazer as pequenas coisas que lhe pedem. Infelizmente tem pessoas que querem ser usadas, mas não tem a mínima iniciativa para servir a Deus e a igreja. A palavra é bem clara, devemos nos submeter, independente se o Senhor permite colocar lideranças de Belial em nossa frente como eram os filhos de Eli. O que devemos entender é que mesmo diante de pessoas e lideranças fracas, devemos servi-los como se fosse ao Senhor. Lembre-se de Davi que mesmo perseguido por Saul e rendo oportunidade de vingar-se, não o fez por entender que Deus permite isso. Na história dos reis de Israel vemos que existiam homens que faziam o que era “reto” a Deus, mas também os que fizeram o que era “mal perante ao Senhor. Todos esses responderam por seus atos. Deus permite que isso aconteça para ver a nossa obediência e submissão. Para ver se realmente sabemos ouvir e seguir o nosso chamado em obediência.

3) Soube ouvir o chamado de Deus – A vida de Samuel foi caracterizada por ouvir o chamado de Deus. Samuel cujo nome significa aquele a quem Deus ouve, teve sua vida entregue a Deus por sua mãe, Ana. Diferentemente de Sansão que também foi fruto de milagre e consagração a Deus Samuel seguiu o seu chamado “ouvindo ao Senhor” e obedecendo a sua palavra. Jesus uma vez disse: “Se alguém tem ouvidos para ouvir ouça. “Atendeis ao que ides ouvir”(Mc.4:23-24).

Muitos hoje querem falar de Deus, mas são poucos os que estão prontos para ouvir sua voz (Tg.1:19). Embora Samuel inicialmente não tenha conseguido ouvir o chamado de Deus, ele tinha “ouvidos para ouvir” a Deus, ou seja, tinha o desejo de ouvir o Senhor falar. Os seus ouvidos não estavam impedidos de ouvir, como muitos hoje, pelos cuidados deste mundo ou mesmo pelo pecado, mas lhe faltava experiência. Como um aprendiz e jovem profeta faltava a Samuel experiência com Deus. Quando Samuel começou seu ministério, diz as escrituras que a palavra do Senhor era mui rara e as visões não eram frequentes, Samuel veio a Servir a Deus na época da velhice de Eli e junto com Hofni e Finéias que não tinham comunhão com Deus.

Creio que para Samuel foi muito difícil ouvir a voz de Deus, pois talvez lhe faltasse alguém para se espelhar. Embora tenha servido a Eli e aprendido com este, diz a palavra de Deus que “os olhos de Eli, já começavam a escurecer”, ou seja, já estava velho (ISm.2:22) e a visão do seu senhor era limitada. Eli preferiu não ouvir, nem ver “espiritualmente” os atos de seus filhos, chamando apenas a atenção (ISm.2:23-25).

4) Sua palavra profética não caía por terra, nem era encoberta – Diz a palavra de Deus que ele crescia diante de Deus, o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra, ou seja, falhar (ISm.3:19).

Samuel não retinha a profecia para si, mas era ousado e sábio para comunica-la a quem interessasse. Diz a palavra de Deus que temendo em contar a Eli, a visão que Deus lhe dera, ele em nada encobriu. (ISm.3:18). O verdadeiro profeta profetiza sem reservas, sem temer. O Senhor era com ele por isso, porque não ocultava a sua palavra. Quando somos fiéis para com Deus o Senhor também é fiel conosco. E quando somos fiéis nas pequenas coisas, com o tempo grandes coisas nos são confiadas da parte de Deus. (Lc.16:10).

Muitas vezes o Senhor nos mostra algo, mas por temermos ao homem e pensando “o que outros vão pensar”, deixamos de mostrar aquilo que Deus nos revela. Samuel era um profeta muito usado e ousado poderosamente, pois relatava o que verdadeiramente acontecia. Samuel por sua ousadia em profetizar exortou a casa de Israel ao arrependimento pela idolatria (ISm.7:3), repreendeu Saul por desobediência (ISm.15) e muitas outras coisas Samuel fez por Deus.

Hoje muitos se intitulam profetas e a “palavra profética tem sido liberada (quer verdadeira ou não), mas muitos tem sido como Eli, que tem medo da repreensão de Deus. Muitos são os que querem profetizar, mas quando a palavra de Deus vem para disciplina, muitos refutam essa palavra, porque não querem ser tratados. Outros profetas tem prazer em profetizar para os outros, mas quando a palavra de Deus, a verdadeira profecia vem para sua casa estes logo a negam. E negando a verdadeira profecia, estão negando o agir de Deus em sua vida. Toda repreensão tem como objetivo o concerto de Deus. Samuel apesar de relatar a visão contra a casa de Eli, não reteve a “profecia da disciplina”, muito rara em nossos dias.. Vivemos hoje diante de palavra proféticas de benção e prosperidade, mas pela vida Samuel vemos que a verdadeira profecia não planos de homens para o futuro, mas são providências de Deus para hoje. O Senhor está preocupado em você ser para Deus e não somente o “ter de Deus”. O Senhor deseja que você cresça como Samuel no conhecimento Dele. E através de sua vida ele acabou se tornando um dos principais líderes espirituais de Israel.

5) Era um verdadeiro líder espiritual – Podemos aprender que Samuel era mais que um profeta, um sacerdote ou juiz. Samuel era um líder espiritual a ser seguido e imitado. Seus relacionamentos com Deus fez com que ele se tornasse referência ao povo santo. Por ter sido fiel a Deus, o Senhor o fez juiz, sacerdote, profeta, conselheiro e intercessor de Deus e dos homens. Um homem de Deus que desempenhava bem os papéis atribuídos a Ele. Um homem que em nada tinha de dolo (ISm.12:4).

O Senhor deseja que sejamos servos como Samuel e também líderes em várias áreas de nossa vida. As características de um líder não são apenas as que lhe são atribuídas, mas são aquelas que desenvolvemos em nossa caminhada de vida. Nossa dedicação poderá nos surpreender no futuro. Samuel foi o último, e um dos maiores juízes que Israel já teve, sendo, pois um dos líderes mais marcantes e dedicados. Se a obediência e dedicação a Deus foi um exemplo. Samuel não era um profeta que pregava “aquilo que o povo quer ouvir”, mas aquilo que o povo precisava ouvir aquilo que necessitavam, pois ouvia a Deus. Samuel não profetizava “só vitória” como muitos hoje, mas aquilo que ouvia de Deus falava.

O verdadeiro líder intercede a Deus pelos homens, mas não oculta à verdade dos fatos. Samuel é um testemunho para todos aqueles que servem a Deus ou que querem servir, pois não tomava o nome de Deus em vão, como muitos hoje. (Ex.20:7). O verdadeiro profeta não fala com soberba e vaidade, mas fala em espírito e verdade. Fala aquilo que o Senhor ordena (Dt.18:18).

Amados aqueles que falam “profetiza” por Deus e a palavra não se cumpre é “FALSO”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Magno Malta mobiliza comunidade no Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Infantil

.

Magno  Malta levantou sua bandeira de luta no  Dia Nacional de Combate ao abuso Sexual Infantil
Magno Malta levantou sua bandeira de luta no Dia Nacional de Combate ao abuso Sexual Infantil

Grupos com a camiseta todos contra pedofilia e a Polícia Civil panfletaram na Praça Costa Pereira, ao mesmo tempo, senador Magno Malta (PR/ES) usava os microfones da Rádio Cor da Vida para convocar a população para marcar a data, que lembra o brutal assassinato da menina Araceli Cabrera Crespo, ocorrido em Vitória

Profundo conhecedor da real violência que estupra, mata alma das crianças e tira vida de milhares de meninos e meninas em todo território brasileiro, senador Magno Malta, uniu forças ao delegado Marcelo Nolasco, da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescentes e nesta sexta feira, para campanha educativa no centro de Vitória. “Só este ano, no Espírito Santo já foram registrados 2.456 ocorrências contra crianças. Temos que mudar este quadro caótico que destrói lares e ameaça a família”, disse Magno Malta.

Segundo o delegado Marcelo Nolasco, “o apoio do senador Magno Malta é fundamental nesta luta. Foi este parlamentar do Espírito Santo que acordou o mundo para a realidade dos pedófilos impunes, que abusam e matam crianças. A equipe do senador veio junto para as ruas mostrar que tem uma voz forte no parlamento contra esta triste estatística”, frisou o delegado.

A data desta sexta-feira, 18 de maio, marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Infantil e foi escolhida para lembrar o crime que chocou o Brasil e terminou impune. Há exatamente 30 anos, a criança Araceli, com apenas 8 anos, foi brutalmente assassinada e os suspeitos nunca foram punidos.

Magno Malta passou toda manhã no microfone, entrevistando autoridades, líderes e a população para estimular o cidadão comum denunciar as violências praticadas contra as crianças. “Senhor Governador, secretário de Segurança Pública e juízes estou pedindo mão de ferro contra os pedófilos e assassinos de crianças. Vamos defender nossos filhos, vamos lutar me defesa da família brasileira”, clamou Magno Malta, atual presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família.

Grupo Todos Contra a Pedofilia e Polícia Civil na panfletagem nesta sexta-feira.
Grupo Todos Contra a Pedofilia e Polícia Civil na panfletagem nesta sexta-feira.


O grupo coordenado por Márcia Rodrigues parava os pedestres e entregava cartilha educativa. “Foi uma excelente iniciativa para esclarecer a população e todos receberam bem nossa equipe”, finalizou Marcinha, como é chamada a líder do Grupo Todos Contra a Pedofilia no Espírito Santo.

Fonte:http://www.magnomalta.com/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=2600:magno-malta-mobiliza-comunidade-no-dia-nacional-de-combate-ao-abuso-sexual-infantil&catid=20:cpi-da-pedofilia&Itemid=39

Leia os Livros On-line

Postagens populares