Arquivo do blog

Seguidores

MEDITE

Se a nossa maior necessidade fosse informações, Deus nos teria mandado um pedagogo. Se nossa maior necessidade fosse tecnologia, Ele nos teria enviado um cientista. Se nossa maior necessidade fosse dinheiro, Deus nos mandaria um economista. Mas como nossa maior necessidade era perdão e salvação, Deus nos mandou um Salvador, JESUS CRISTO.

Anderson Bessa - " Teus Olhos "

sábado, 12 de novembro de 2011

Servindo sempre com alegria!



(Filipenses 2 : 1-18)
A sociedade em que vivemos hoje é uma sociedade, que nos leva a valorizar a nós mesmos, nos ensina a sermos os melhores, as desvalorizar os outros, mostrando que somos o centro das atenções.

O que vemos nesta passagem, aqui em Filipenses, é exatamente o contrário, vai à contramão da sociedade.

Aquilo que fazemos, não fazemos por nós mesmos, ou para nós mesmos, o primeiro verso nos diz “Se alguma exortação em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão do Espírito, se algum profundo afeto e compaixão. Completa a minha alegria, para que eu tenha o mesmo modo de pensar, o mesmo amor, o mesmo ânimo, pensando as mesmas coisas…”.

A advertência do Apóstolo Paulo aqui nos versos 1 e 2, é que aquilo que fazemos deve ser para exortação, consolação, comunhão, afeto e compaixão, como Jesus teve.

Não fazendo as coisas por contenda ou vanglória, mas sempre com humildade, considerando sempre os outros melhores que nós mesmos. Taí. uma coisa difícil de fazer, quantas vezes nos colocamos como melhores que os outros, superiores, “porque eu estudei para isso”, ou “eu sou melhor nisso ou naquilo”.

Mas o verso 5 nos diz que devemos ter o mesmo sentimento que ouve em Cristo Jesus. E que sentimento é este?

Os vs. 6 e 7 nos fala, “Que Ele subsistindo em forma de Deus, mas não considerou ser igual a Deus, coisa em que Ele poderia assegurar-se, mas ao contrário disso, abriu mão de toda Sua glória, esvaziou-se a si mesmo, tomando forma de servo, tornando-se semelhante aos homens, e como homem humilhou-se, e tornando-se obediente até a morte e morte de cruz”.

Para nós hoje, quando falamos em morte de cruz, talvez não damos a importância, ou sentimos o que era a morte de cruz, por não haver mais esse tipo de morte em nossos dias, mas para a época a morte de cruz era a pior morte que existia, somente pessoas com crimes muito grandes aos olhos humanos passavam por tal morte, pois era uma morte humilhante, e Jesus, mesmo sem pecado algum, padeceu de tal morte. Se humilhando, em nosso lugar.

Mas para aqueles que pensam que Jesus foi humilhado em vão, a resposta está em Sua ressurreição. O vs. 10 e 11 diz: “Deus O exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo nome, para que todo joelho se dobre a esse nome, no céu, na terra e debaixo da terra e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus o pai”.

Tudo isso que Jesus passou, foi por você e foi por mim, não para se colocar como melhor que nós, apesar de O ser. Mas para mostrar a atitude de um servo verdadeiro.

Muitos de nós se dizemos servos, quando está na presença do Pastor, de um Líder, mas quando os mesmos não estão presentes, não dão a mínima importância em servir.

O vs. 12 nos diz: “… não somente na minha presença, mas muito mais agora na minha ausência…”. Porque nós esquecemos que quem opera em nós não é o Pastor ou um Líder qualquer, mas “Deus é quem opera em nós o querer e o efetuar, e tudo isso segundo a Sua vontade” e não a nossa, você pode querer muitas coisas, mais é Deus quem dá a palavra final. Por isso tudo aquilo que fazemos deve ser igual, na presença ou não do Pastor, e mais sem murmurar, nem contender.

Vs. 15. “Para nos tornar irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus imaculados no meio de uma geração corrupta e perversa, entre a qual resplandeces como luminares no mundo”. Para isso é necessário conhecer a palavra de vida, para que possamos ter motivos de nos gloriar no dia de Cristo, e saber que não foi em vão que corremos e trabalhamos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Magno Malta mobiliza comunidade no Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Infantil

.

Magno  Malta levantou sua bandeira de luta no  Dia Nacional de Combate ao abuso Sexual Infantil
Magno Malta levantou sua bandeira de luta no Dia Nacional de Combate ao abuso Sexual Infantil

Grupos com a camiseta todos contra pedofilia e a Polícia Civil panfletaram na Praça Costa Pereira, ao mesmo tempo, senador Magno Malta (PR/ES) usava os microfones da Rádio Cor da Vida para convocar a população para marcar a data, que lembra o brutal assassinato da menina Araceli Cabrera Crespo, ocorrido em Vitória

Profundo conhecedor da real violência que estupra, mata alma das crianças e tira vida de milhares de meninos e meninas em todo território brasileiro, senador Magno Malta, uniu forças ao delegado Marcelo Nolasco, da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescentes e nesta sexta feira, para campanha educativa no centro de Vitória. “Só este ano, no Espírito Santo já foram registrados 2.456 ocorrências contra crianças. Temos que mudar este quadro caótico que destrói lares e ameaça a família”, disse Magno Malta.

Segundo o delegado Marcelo Nolasco, “o apoio do senador Magno Malta é fundamental nesta luta. Foi este parlamentar do Espírito Santo que acordou o mundo para a realidade dos pedófilos impunes, que abusam e matam crianças. A equipe do senador veio junto para as ruas mostrar que tem uma voz forte no parlamento contra esta triste estatística”, frisou o delegado.

A data desta sexta-feira, 18 de maio, marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Infantil e foi escolhida para lembrar o crime que chocou o Brasil e terminou impune. Há exatamente 30 anos, a criança Araceli, com apenas 8 anos, foi brutalmente assassinada e os suspeitos nunca foram punidos.

Magno Malta passou toda manhã no microfone, entrevistando autoridades, líderes e a população para estimular o cidadão comum denunciar as violências praticadas contra as crianças. “Senhor Governador, secretário de Segurança Pública e juízes estou pedindo mão de ferro contra os pedófilos e assassinos de crianças. Vamos defender nossos filhos, vamos lutar me defesa da família brasileira”, clamou Magno Malta, atual presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família.

Grupo Todos Contra a Pedofilia e Polícia Civil na panfletagem nesta sexta-feira.
Grupo Todos Contra a Pedofilia e Polícia Civil na panfletagem nesta sexta-feira.


O grupo coordenado por Márcia Rodrigues parava os pedestres e entregava cartilha educativa. “Foi uma excelente iniciativa para esclarecer a população e todos receberam bem nossa equipe”, finalizou Marcinha, como é chamada a líder do Grupo Todos Contra a Pedofilia no Espírito Santo.

Fonte:http://www.magnomalta.com/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=2600:magno-malta-mobiliza-comunidade-no-dia-nacional-de-combate-ao-abuso-sexual-infantil&catid=20:cpi-da-pedofilia&Itemid=39

Leia os Livros On-line

Postagens populares