Arquivo do blog

Seguidores

MEDITE

Se a nossa maior necessidade fosse informações, Deus nos teria mandado um pedagogo. Se nossa maior necessidade fosse tecnologia, Ele nos teria enviado um cientista. Se nossa maior necessidade fosse dinheiro, Deus nos mandaria um economista. Mas como nossa maior necessidade era perdão e salvação, Deus nos mandou um Salvador, JESUS CRISTO.

Anderson Bessa - " Teus Olhos "

terça-feira, 21 de junho de 2011

O que significa aceitar a Jesus?



“Agora que fomos aceitos por Deus pela nossa fé nEle, temos paz com Ele por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”(Rm 5. 1).

Introdução

Nesta lição nós iremos entender a importância de aceitar a Jesus como nosso salvador, lembrar que no ato da aceitação, por meio da fé, os pecados nos são perdoados e passamos a ter vida eterna com Deus. Aceitar a Jesus como nosso salvador é a decisão mais séria de nossas vidas, pois trará não apenas o perdão dos pecados, mas também a comunhão com Deus aqui e por toda a eternidade. Aceitar a Cristo implica ter Jesus como seu senhor, salvador, receber o perdão dos pecados e passar com Deus a vida eterna, que são os fatores inerentes à fé no sacrifício de Cristo pelos nossos erros.

DESCOBRINDO A VERDADE

I.              O QUE SIGNIFICA A EXPRESSÃO “ACEITAR A JESUS

A expressão “aceitar a Jesus” é muito utilizada, e com toda razão, para descrever o momento em que uma pessoa não crente, após ter ouvido a mensagem do evangelho em uma pregação, em uma conversa com amigo, ou na leitura de um folheto ou livro cristão, decide entregar sua vida a Deus, pedindo perdão por seus pecados e crendo que o sacrifício de Jesus na cruz é o suficiente para aproximá-lo de Deus. Com certeza você já recebeu muitos convites na vida. Alguns dele você aceitou, e outros foram considerados não muito importantes, ou simplesmente não puderam ser atendidos.
Aceitar a Jesus é o mais importante convite feito, pois Deus é quem convida e nós optamos por aceitar este convite ou não.

COMPREENDENDO A VERDADE

II.            ACEITAR A JESUS IMPLICA TÊ-LO COMO SEU SALVADOR

Apesar da rebeldia da humanidade em (João 3.16), nós vemos Deus dando a demonstração do seu grande amor quando “
amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Jesus aceitou a nossa punição, pagou o preço por nossos pecados, e nos ofereceu uma nova vida, que comprou para nós. Crer significa colocar nossa segurança em Jesus, o único que nos pode salvar. É confiar nossa vida presente e nosso destino eterno com Cristo. Crer é ter a certeza de que as palavras dEle são fidedignas e de que Jesus tem o poder de transformar-nos em alguém muito melhor. Se você nunca confiou em Cristo, receba esta promessa de vida eterna aceitando a Cristo como seu senhor e salvador e creia.

Aceitar Jesus implica tê-Lo como seu senhor.  Em (Romanos 6.18), “E, libertos do pecado, fostes feitos servos da justiça”. Nesta passagem, vemos que quando aceitamos a Jesus como nosso salvador, deixamos de ser servos do pecado para ser servos de Deus e de sua justiça. Agora estamos ligados a Cristo, Ele é o nosso Mestre e nos dá o poder de praticarmos o bem, e não o mal.

APLICANDO A VERDADE

III.           ACEITAR A JESUS GARANTE O PERDÃO DE NOSSOS PECADOS

Em (Romanos 5.12) nos diz: “
Pelo que, por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram”. Como podemos ser culpados por uma falta que Adão cometeu a milhares de anos? Muitos não acreditam que não é justo Deus nos julgar por causa do erro de Adão. No entanto, cada um de nós confirma a herança que recebeu de Adão com erros cotidianos. Temos a mesma natureza pecaminosa de Adão; estamos sempre inclinados a nos rebelar contra Deus. Mas seremos julgados pelo mal que cometemos; como pecadores, não precisamos de justiça, e sim de misericórdia. Com a prática do pecado recebemos também a morte espiritual, pois, “o salário do pecado é a morte”(Romanos 6.23). A única possibilidade de nos livrarmos do poder do pecado é aceitando a Jesus como nosso único salvador, isso só pode acontecer através de Jesus, em (Romanos 5.1) nós lemos: “justificados, pois, mediante a fé, temos paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo”. O pecado faz com que nós venhamos a ficar separados de Deus, e perdermos a nossa comunhão com Ele. Por isso esse perdão é muito importante, pois ele quebra a barreira que existia entre nós e Deus.

Aceitar a Jesus implica tê-Lo como esperança para a eternidade. A vida eterna é uma realidade para aqueles que aceitam a Jesus como seu Senhor e Salvador e para aqueles que o rejeitam. Jesus deixou bem claro a existência do céu e o inferno. Existe apenas duas possibilidades para a vida pós-morte: a eternidade com Deus no céu ou sem Ele, no inferno. Em Mateus nós encontramos Jesus em um de seus ensinos dizendo: “Então, dirá também aos que estiverem a sua esquerda: apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos”. O inferno não é aqui na terra como alguns dizem, nem uma história inventada por pregadores para impressionar seus ouvintes. Ele existe, e Jesus alertou seus ouvintes a que não fossem para lá.

CONCLUSÃO

Clive Staples Lewis, professor de literatura em Oxford, era ateu, mas examinando o evangelho decidiu aceitar Jesus como seu salvador. Em um de seus livros escreveu: “Só há duas espécies de pessoas no final: os que dizem a Deus “
seja feito a tua vontade”, e aqueles que Deus diz: “a tua vontade seja feita”. Todos os que estão no inferno foi porque escolheram. Sem esta auto-escolha não haveria inferno. “Essa é uma descrição perfeita do que acontece na esfera espiritual de quem aceita ou rejeita a Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Magno Malta mobiliza comunidade no Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Infantil

.

Magno  Malta levantou sua bandeira de luta no  Dia Nacional de Combate ao abuso Sexual Infantil
Magno Malta levantou sua bandeira de luta no Dia Nacional de Combate ao abuso Sexual Infantil

Grupos com a camiseta todos contra pedofilia e a Polícia Civil panfletaram na Praça Costa Pereira, ao mesmo tempo, senador Magno Malta (PR/ES) usava os microfones da Rádio Cor da Vida para convocar a população para marcar a data, que lembra o brutal assassinato da menina Araceli Cabrera Crespo, ocorrido em Vitória

Profundo conhecedor da real violência que estupra, mata alma das crianças e tira vida de milhares de meninos e meninas em todo território brasileiro, senador Magno Malta, uniu forças ao delegado Marcelo Nolasco, da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescentes e nesta sexta feira, para campanha educativa no centro de Vitória. “Só este ano, no Espírito Santo já foram registrados 2.456 ocorrências contra crianças. Temos que mudar este quadro caótico que destrói lares e ameaça a família”, disse Magno Malta.

Segundo o delegado Marcelo Nolasco, “o apoio do senador Magno Malta é fundamental nesta luta. Foi este parlamentar do Espírito Santo que acordou o mundo para a realidade dos pedófilos impunes, que abusam e matam crianças. A equipe do senador veio junto para as ruas mostrar que tem uma voz forte no parlamento contra esta triste estatística”, frisou o delegado.

A data desta sexta-feira, 18 de maio, marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Infantil e foi escolhida para lembrar o crime que chocou o Brasil e terminou impune. Há exatamente 30 anos, a criança Araceli, com apenas 8 anos, foi brutalmente assassinada e os suspeitos nunca foram punidos.

Magno Malta passou toda manhã no microfone, entrevistando autoridades, líderes e a população para estimular o cidadão comum denunciar as violências praticadas contra as crianças. “Senhor Governador, secretário de Segurança Pública e juízes estou pedindo mão de ferro contra os pedófilos e assassinos de crianças. Vamos defender nossos filhos, vamos lutar me defesa da família brasileira”, clamou Magno Malta, atual presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Família.

Grupo Todos Contra a Pedofilia e Polícia Civil na panfletagem nesta sexta-feira.
Grupo Todos Contra a Pedofilia e Polícia Civil na panfletagem nesta sexta-feira.


O grupo coordenado por Márcia Rodrigues parava os pedestres e entregava cartilha educativa. “Foi uma excelente iniciativa para esclarecer a população e todos receberam bem nossa equipe”, finalizou Marcinha, como é chamada a líder do Grupo Todos Contra a Pedofilia no Espírito Santo.

Fonte:http://www.magnomalta.com/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=2600:magno-malta-mobiliza-comunidade-no-dia-nacional-de-combate-ao-abuso-sexual-infantil&catid=20:cpi-da-pedofilia&Itemid=39

Leia os Livros On-line

Postagens populares